Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

Nada mudou

 

imagem retirada da net

 

 

 

O sol não parou de brilhar

O mar não parou de subir e baixar

As flores não pararam de crescer

E o vento não parou de correr

A chuva não parou de cair

E calor fez-se na mesma sentir

A neve continua branca e bela

E a flor do campo continua amarela

Os pássaros fazem ninho nos beirais

Como em todos os anos iguais

O nono mês é Setembro

Tal como desde que me lembro

O cheiro das rosas continua maravilhoso

Assim como o da canela delicioso

Nada no mundo mudou

A ordem das coisas não se alterou

Todas continuam no mesmo lugar

Onde se acostumaram a estar

E nem choveram meteoritos

Nem ouvi ninguém aos gritos

Só porque tenho a alma vazia

Que ao contrario do que se dizia

Ainda ninguém veio preencher

E assim, aos poucos, foi fácil esquecer

Como se ama alguém de coração

Ficando apenas a eterna solidão!

 

 

Magnólia

09-07-2008

 

 

sinto-me: solitária
tags: ,

publicado por magnolia às 00:53

link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De mariana a 10 de Julho de 2008 às 08:53
Então magnólia cara amiga, claro que nada mudou a vida segue o seu rumo, as coisas acontecem normalmente é como tudo e o mundo não pára á espera de nós, ele está aí fora e á tua espera,não te sintas triste nem só, tens de certeza quem te ame muito e uns filhotes maravilhosos, quanto ao amor ele há de surgir quado menos esperares, vais ver, sorri muito, deita a tua energia cá para fora, aproveita bem a vida, sê feliz e um dia alguém vai reparar nessa mulher de sorriso e de coragem, uma grande mulher, tu...e sabes uma coisa, isto cá para nós, shiuuuuuuuuuuuuuu , mas tenho um presentimento que ainda vais ser tão feliz e amar tanto...Beijokas e nada de desanimar OUVISTE?????ai ai ai ai


De magnolia a 13 de Julho de 2008 às 22:26
Não desanimo...já foi tempo disso...agora vé so assim um tristezinha pequenina...às vezes:-)

Beijinhos para ti amiga:-)


De Cris a 11 de Julho de 2008 às 00:10
Adorei este teu poema!!

Falta acrescentar aí umas palavritas no final... quando vires essa solidão derrotada!!

Beijinhos grandes


De magnolia a 13 de Julho de 2008 às 22:27
Obrigada Cris:-)

Fico muitissimo contente que tenhas gostado:-)

Vamos lá ver então, se um dia destes lhe ponho uma adenda!

Beijinhos


De Just a 28 de Outubro de 2008 às 16:45
Um dos teus poemas k mais gostei, grande beijo para ti, sinto-me feliz kuando te vejo feliz... :)


Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


tags

todas as tags

Poemas de Amor e Desamor

Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia

links

leituras recentes

participe neste blog

posts recentes

Mudança de conteúdo para ...

Tenho um vestido...

Até breve.

Poema para ti, Mulher...

Partir

Não cabe em mim...

Despedida

A tua voz...

Tons de cinza...

Quarto vazio...

Não há pressa de chegar

Quase perfeito

Poema

Não te deixarei fugir out...

Um coração no espaço...

Dentro de mim

Queria dizer-te...

Saudade

Isto não é poesia...

Mendigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

as minhas fotos

...

Fazer olhinhos

blogs SAPO

subscrever feeds