Terça-feira, 14 de Junho de 2011

Não há pressa de chegar

 

 

 

Nas manhãs submersas pela neblina, sou feliz

Ouço os meus passos, um depois do outro, cadenciados

Olho as paisagens que se descobrem aos poucos

As árvores acordam com os meus passos

Sinto o cheiro a terra húmida a impregnar o ar

Também o cheiro da resina perfuma a Terra

Percebo o silêncio a ser quebrado pelo chilrear dos pássaros

Ouço o som da água a cair por entre pedras e terra

Sinto a frescura da manhã azul na pele e na alma

Os meus passos levam-me para a frente, sempre para a frente

Depois o sol, tímido, a aparecer devagar lá ao alto

Sinto-o derramar a sua luz nas montanhas e nas pedras

E o seu calor em mim e em todos os homens da Terra

Caminho sem esforço mesmo carregando o peso da vida.

Sou feliz numa simbiose perfeita com a natureza pulsante

Sinto-me muito viva e o sangue corre-me nas veias, célere

Impossível travar o sorriso que se me desenha nos lábios

Dentro de mim um lago sereno de sentimentos apaziguados

Mais um passo e outro e outro e depois outro.

Tantos passos e não sei quando chegarei ao destino.

Mas que importa o tempo? Nada. Não importa nada.

No Caminho o tempo não existe, nem precisa.

Não há pressa de chegar.

Dentro de mim vive a certeza de que chegarei. E isso basta-me.

Enquanto isso, em cada passo, sou feliz por pertencer à Terra.

 

 

 


publicado por magnolia às 15:39

link do post | comentar | favorito
|

9 comentários:
De Rita a 16 de Junho de 2011 às 00:41
Adoreiiiii.. :)

Sinto muitas vezes o mesmo mas nõ o sei dizer desta forma.. .)
Beijinho
Eu


De magnolia a 16 de Junho de 2011 às 11:48
Que felicidade ter-te aqui:)))

Obrigada por gostares:)

Beijinhos


De Rita a 17 de Junho de 2011 às 10:45
Eu tou sem aqui... :) :)

SEMPRE!!

Beijinho


De green.eyes a 16 de Junho de 2011 às 12:56
Olá Claudia

Não devia-mos ter pressa nem de chegar nem de viver ... porque a vida é só uma, uns mais outros menos felizes mas quando ela acabar acabou para sempre ... por isso o melhor é viver sem pressa e aproveitar tudo de bom que a vida nós dá. o menos bom tenta-mos digerir ...

Gostei muito do teu poema, beijinhos


De magnolia a 16 de Junho de 2011 às 14:41
Olá Ana,

Tens toda a razão...era isso que queria passar:)

Um beijinho para ti querida!


De geriatriaaminhavida a 2 de Julho de 2011 às 14:34
Por vezes esquecemo-nos que a vida já se encarrega de passar a correr e nós parece que ainda queremos apressar mais.
Aceitar a vida como ela é pode não ser fácil , mas é o mais correcto.
é estar vivo é tão booommm!
Beijinho


De magnolia a 3 de Julho de 2011 às 21:18
É isso mesmo Maria, é isso mesmo!!!


Beijinhos!!


De Antonio Sousa a 3 de Agosto de 2011 às 22:59
Ha uns tempos atraz li este poema, não me recordo onde e fiquei, desde logo, "enfeitiçado" pela sua energia e atracção que cada uma das palavras provocou em mim. Sendo eu um frequentador assiduo e apaixonado dos caminhos de Santiago, vejo em cada palavra a descrição precisa do meu estado de alma que sinto em cada passo .... Demorou, mas parece que encontrei a autora das palavras que me preenchem a alma e assim poder felicita-la por tamanha beleza que conseguiu descrever mas tambem agradecer-lhe porque se trata de um poema que verdadeiramente me preenche e conforta.
Antonio Sousa


De magnolia a 4 de Agosto de 2011 às 12:47
Nem sei bem como agradecer este comentário tão simpático. Por não saber e porque nem sempre falar muito é o mais acertado, digo apenas obrigada, fico feliz que tenha gostado:)

Cláudia Moreira


Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


tags

todas as tags

Poemas de Amor e Desamor

Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia

links

leituras recentes

participe neste blog

posts recentes

Mudança de conteúdo para ...

Tenho um vestido...

Até breve.

Poema para ti, Mulher...

Partir

Não cabe em mim...

Despedida

A tua voz...

Tons de cinza...

Quarto vazio...

Não há pressa de chegar

Quase perfeito

Poema

Não te deixarei fugir out...

Um coração no espaço...

Dentro de mim

Queria dizer-te...

Saudade

Isto não é poesia...

Mendigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

as minhas fotos

...

Fazer olhinhos

blogs SAPO

subscrever feeds