Domingo, 25 de Março de 2012

Poema para ti, Mulher...

 

 

 imagem retirada da net

  

Nas tuas mãos perfeitas, muito brancas e macias

Tens o teu filho acabado de nascer.

Constatas então que a perfeição existe

A felicidade também.

Olhas o teu filho com olhos muito abertos

Porque queres que caiba todo dentro desse olhar.

Sabes que será teu para sempre.

Para sempre. Sempre.

Mesmo que a palavra “sempre” exija tanto de ti

Um compromisso imenso

Absolutamente inquebrável

Sabes que será assim.

Para sempre.

Mesmo assim, queres nesse preciso momento retê-lo

Todo dentro dos teus olhos.

Para memória futura.

Porque tu sabes que ele um dia irá crescer

Que deixará de ser esse ser indefeso

Que agora te cabe na palma da mão.

Um dia vais levá-lo à escola de bibe e lancheira colorida

Mas ele regressará sozinho.

Crescido. Pronto para viver.

E liberto das tuas mãos protectoras ganhará asas

E voará

Alto, muito alto nos céus onde tu não poderás ir

E o teu coração viverá apertadinho

Muito pequenino

Do tamanho de um botão.

Mesmo pequenino estará sempre pronto

Juntamente com os teus braços

Abertos.

À espera. Pacientemente à espera.

Dar-lhe-ás então o melhor colo do mundo!

E beijos.

E amor.

Vais estar sempre ali, com ele e para ele.

Sempre com um sorriso estampado no rosto.

Mesmo que o teu dia tenha sido doloroso

Que te sangrem os pés

Ou que a tua alma esteja feita em pedaços.

Mesmo que as lágrimas ácidas queiram explodir nos teus olhos

E só te apeteça deitar a cabeça na almofada.

Vais estar sempre ali, com ele e para ele.

Vais ensinar-lhe as primeiras palavras.

Mamã, papá, água, papa.

Quando trouxer um joelho rasgado pelas pedras da calçada

Vais lá colocar carinhosamente um beijo

E noutros dias dar-lhe-ás abraços muito apertados

E dir-lhe-ás: não faz mal, arranjas outra namorada.

Quando não conseguir aquele emprego

Ou quando se zangar a primeira vez com a esposa.

Estarás lá. Sempre.

Serás sempre a sombra que o acompanha

A guardiã delicada e silenciosa.

Em todas as noites escuras de pesadelos

Ou em dias frios de agreste tempestade

E as tuas palavras doces serão feitas de magia

Mais ninguém será capaz de habitar a sua alma.

E de o aceitar como ele é

Que faça grandes disparates e diga coisas sem pensar

Estarás sempre ali para o teu filho.

Com um colo generoso se lhe apetecer chorar.

E quando quiser rir, não tenhas dúvidas com quem o vai fazer.

E quando ele tiver o primeiro filho vais lá estar

E será um pouco teu filho também

Mulher, tu tens tanta sorte

Do nada criaste um milagre dentro de ti

Um milagre.

O mais belo, o mais terno, o mais maravilhoso de todos os milagres

Uma nova pessoa. Uma nova alma.

Um amor incondicional que viverá sempre, sempre dentro de ti.

E sempre nos teus braços.

E não há amor maior do que esse.

Porque nem a morte é capaz de apagar o amor de mãe.

Então a perfeição existe.

A felicidade também.

 

Por Cláudia Moreira

 

 

tags: ,

publicado por magnolia às 17:48

link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Mariavaldez Valdez a 23 de Junho de 2012 às 21:50
Este poema dstnado para nos mulheres é mt criatvo e mto bom.


De magnolia a 25 de Junho de 2012 às 17:02
Obrigada Maria:)
Deu-me muito gozo escrevê-lo!

Um beijinho


Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


tags

todas as tags

Poemas de Amor e Desamor

Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia

links

leituras recentes

participe neste blog

posts recentes

Mudança de conteúdo para ...

Tenho um vestido...

Até breve.

Poema para ti, Mulher...

Partir

Não cabe em mim...

Despedida

A tua voz...

Tons de cinza...

Quarto vazio...

Não há pressa de chegar

Quase perfeito

Poema

Não te deixarei fugir out...

Um coração no espaço...

Dentro de mim

Queria dizer-te...

Saudade

Isto não é poesia...

Mendigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

as minhas fotos

...

Fazer olhinhos

blogs SAPO

subscrever feeds