Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

O vazio que eu sinto...

imagem retirada da net

 

Sinto um vazio cá dentro de mim

E não sei como o hei-de preencher

Não sei que pensar ou o que fazer

Para deixar de me sentir assim…

 

Sinto falta de vida na minha vida

Queria sentir a alma a explodir

Queria ter um rumo para onde ir

Para não me sentir assim perdida…

 

Sinto que muito mais poderia dar

Abrir as portas do meu coração

Assim fico sempre com a sensação

Que vou morrer sem voltar a amar…

 

Sinto tanto e tão profundamente

Tantas e tantas coisas que quis

Que muito quis ter e ser, ser feliz

E nunca o fui completamente…

 

Sinto falta de ser algo que não sou

Queria amar muito e ser amada

E no vazio não estar aprisionada

Sem saber onde fui, para onde vou…

 

Sinto em certos dias tristes a solidão

Que vem pé ante pé p´rá minha beira

Que em mim se envolve fria, matreira

Espalhando em mim desolação…

 

Sinto falta do amor, de um carinho

Falta de um terno abraço, dum beijo

Saber de um rumo é meu desejo

Descobrir qual é o meu caminho…

 

 

 

 

sinto-me: um pouco só

publicado por magnolia às 17:05

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Sábado, 18 de Outubro de 2008

Olha amor...

 (imagem retirada da net

 

Olha amor, como voa a libelinha

Vê como voa tranquila, serena

Vê como ela é fragil e pequena

Voando perto da ribeirinha

 

Olha amor, como ela é bela

Como parece tão bem dançar

Como se as flores fosse abraçar

Saltitando desta para aquela

 

Olha amor, vês como parece rir

Como é doce e melodiosa

A sua voz rica, maravilhosa

Só um breve e ligeiro zumbir

 

Olha amor, o fato tão cheio de cor

Que traz todos os dias vestido

E na verdade faz todo o sentido

É para agradar ao seu amor

 

Olha amor, como faz esta criatura

Para agradar ao seu amor

Que tudo embeleza, enche de cor

Que por ele luta com bravura

 

Olha amor, olha bem com atenção

Porque faço eu também assim

Para que gostes também de mim

E me guardes em teu coração...

 

 

sinto-me: sonhadora

publicado por magnolia às 00:29

link do post | comentar | favorito

Sábado, 11 de Outubro de 2008

Vejo-te longe...

imagem retirada da net

 

Vejo-te longe, muito longe de mim

Sinto a angustia a crescer aqui dentro

E sei que será sempre assim

No meu mundo  tu es o meu centro

 

Vejo-te longe, muito longe de mim

Sinto algo a explodir no meu peito

Sei que meu amor por ti nao tem fim

E que te amo sempre e de qualquer jeito

 

Vejo-te longe, muito longe de mim

Sinto dor no mais fundo do meu ser

Choro e nao sei quando terei paz enfim

Quando acabará este eterno sofrer

 

Vejo-te longe, muito longe de mim

Sinto que aos poucos assim vou morrendo

Vejo o quão perto estou eu do fim

Esta vida não quero continuar vivendo

 

Vejo-te longe, muito longe de mim

Como se nem soubesses que eu existo

Sinto que me não ves, só porque sim

E nem sei porque neste amor insisto

 

Vejo-te longe, muito longe de mim

Sinto que vivo uma vida  sem gloria

Sinto que já é hora de dizer fim

A esta triste, tão triste historia...

 

sinto-me: assim assim

publicado por magnolia às 18:34

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

Cartas para ninguem

 

Ja te escrevi vezes sem conta

Todas cartas ao lixo foram parar

Sinto-me parva, sinto-me tonta

Porque nenhuma consegui enviar

 

Escrevo coisas lindas, maravilhosas

Partilho contigo meus pensamentos

Invento sonhos, viagens deliciosas

Descrevo nossos doces momentos

 

Mas nenhuma me sai da mão

E até nem sei porque as escrevo

Tenho esta duvida no coraçao

Nao saber se as enviar eu devo

 

Queria dizer as coisas que sinto

Mostar-te meu imenso desejo

Por ti, meu amor, mas pressinto

Que tu nunca me darás um beijo

 

O papel, a caneta de tinta preta

Sao os meus fieis confidentes

A eles conto minha vida secreta

Meus desejos mais prementes

 

Tenho em mim muita tristeza

Por nao as conseguir enviar

Mas tenho tambem a certeza

Que das cartas nao irias gostar

 

Foste sempre frio e distante

E nunca para mim irás olhar

Marido, amigo ou apenas amante

Sei que nunca me irás amar

 

É enfim hora de te esquecer

O lindo papel de carta guardar

Para ti nao vou mais escrever

Vou meu coraçao sossegar

 

 

 

sinto-me: :s
música: awake - josh groban

publicado por magnolia às 00:40

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2008

Pensei que...

imagem retirada da net

 

 

   

Pensei que podia viver sem amor

Sem ele a minha vida perdeu a cor

 

Pensei que podia viver sem ternura

Mas é demais esta amargura

 

Pensei que podia viver sem carinho

Mas magoa um coraçao sozinho

 

Pensei que podia viver sem a alegria

Do teu amor em cada dia

 

Pensei que podia viver sem companhia

 Mas sofro mais agora do que sofria

 

Pensei que podia viver sem amizade

Mas da tua eu ja tenho saudade

 

Pensei que podia viver sem um abraço

 Mas o mundo fica frio como o aço

 

Pensei que podia viver sem o beijo

Mas já nao é isso que eu desejo

 

Pensei que podia viver sem amor

Mas sem ele a vida é apenas dor...

 

 

 

 

 

sinto-me: pensativa
música: Keep Breathing - Ingrid Michaelson
tags: ,

publicado por magnolia às 23:49

link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


tags

todas as tags

links

leituras recentes

participe neste blog

posts recentes

Mudança de conteúdo para ...

Tenho um vestido...

Até breve.

Poema para ti, Mulher...

Partir

Não cabe em mim...

Despedida

A tua voz...

Tons de cinza...

Quarto vazio...

Não há pressa de chegar

Quase perfeito

Poema

Não te deixarei fugir out...

Um coração no espaço...

Dentro de mim

Queria dizer-te...

Saudade

Isto não é poesia...

Mendigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

as minhas fotos

Fazer olhinhos

blogs SAPO

subscrever feeds