Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

Porque tu não estás...

imagem retirada da net

 

 

Meu amor,

Vês como o céu escureceu

Porque tu não estas…

Vês como o mar ensandeceu

E o sol arrefeceu

Porque tu não estas…

As estrelas nunca mais brilharam

E os pirilampos se apagaram

Porque tu não estas…

Ate os pássaros se calaram…

Porque tu não estas

Vês como o preto clareou

E o branco acinzentou

Porque tu não estas…

Tu não estas

O meu coração se apertou

E a minha alma se ensombrou

Porque tu não estas…

Fico triste e amargurada

Por já não ser a tua amada

Sinto tanto a tua ausência

E agora que não estas

Por meu descuido ou imprudência…

Já não sei que mais fazer

Para te voltar a ter…

 

 

sinto-me: nem sei bem
tags:

publicado por magnolia às 17:23

link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De agoradigoeu a 19 de Setembro de 2008 às 20:54
Muito Bonito Claudia.

O "silêncio" dos comentários, a meu ver, é o silêncio que a beleza do poema merece.

O que me diz o percurso da minha vida é que a mesma é uma balança, ás vezes mais para um lado, outra vez mais para o outro, mas no fim tudo se equilibra.

A vida é assim em si mesmo.
O positivo atrai o positivo.
e nada é sempre assim...
digoeu

bjs
norberto


De magnolia a 22 de Setembro de 2008 às 14:07
Olá Norberto...

Não sei se o silencio dos comentários é porque gostam ou porque não gostam....fico feliz que tenhas gostado e que tenhas dito:-)

Um beijinho :)


De agoradigoeu a 22 de Setembro de 2008 às 17:43
Olá Claudia,

O belo existe sempre e em tudo, mas também e sempre á luz de quem o vê.

Um beijo grande
norberto


Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


tags

todas as tags

links

leituras recentes

participe neste blog

posts recentes

Mudança de conteúdo para ...

Tenho um vestido...

Até breve.

Poema para ti, Mulher...

Partir

Não cabe em mim...

Despedida

A tua voz...

Tons de cinza...

Quarto vazio...

Não há pressa de chegar

Quase perfeito

Poema

Não te deixarei fugir out...

Um coração no espaço...

Dentro de mim

Queria dizer-te...

Saudade

Isto não é poesia...

Mendigo...

arquivos

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

as minhas fotos

Fazer olhinhos

blogs SAPO

subscrever feeds